13 de novembro: Dia Municipal da Assistência Social




Aos construtores da Assistência Social na Cidade de São Paulo

No próximo dia 13 de novembro a cidade celebra, pela quarta vez, o Dia Municipal da Assistência Social.
Neste dia estaremos nos reunindo na Câmara Municipal de São Paulo.
Os protagonistas deste dia serão os usuários da assistência, através das apresentações culturais.
É a forma de cada serviço, projeto e programa manifestar sua importância para a cidade.
Também será um dia de reafirmarmos para São Paulo a importância dos trabalhadores da assistência.
Como a assistência terá novo gestor no próximo ano, é também o momento de nos apresentarmos a ele.
Com alegria, consciência, responsabilidade e criatividade.

Por isso, é importante:
Nos articularmos, para que o maior número de usuários e trabalhadores participem do evento.
Além das apresentações culturais, os serviços, projetos e programas poderão apresentar suas construções artesanais.
Haverá um espaço onde os serviços poderão expor seus artesanatos (pinturas, bordados, cestaria etc).
Os interessados poderão levar um único modelo para cada artesanato e expor; não será permitido a comercialização dos produtos.
Nada impede que os serviços da assistência estabeleçam contatos para ulterior negociação.

Enviamos, em anexo, o cartaz com a programação do dia.
Pedimos que  se divulgue nos serviços, nos espaços públicos e nas universidades o Dia Municipal da Assistência Social 2012.


Fórum da Assistência Social da Cidade de São Paulo
20 anos – fortalecendo o controle social.

Audiência Pública: defesa da garantia de direitos socioassistenciais nas situações de emergenciais


Aos construtores da Política da Assistência Social
Cidade de São Paulo.

Nesta quinta-feira, dia 25,  às 9 horas, conforme deliberação da última plenária do FAS-SP, estaremos nos reunindo em audiência pública para defender a garantia de direitos socioassistenciais nas situações de emergenciais e assim encaminhar, como poder público e sociedade civil, propostas de ação frente a tais situações.

A participação nossa no envolvimento na política pública – denunciando, avaliando, propondo e se comprometendo – é que permite construir o direito e a justiça para quem necessitar da assistência social e outras políticas sociais. Este é um momento importante para a cidade. Participe e dê sua contribuição. A omissão frente às calamidades públicas, o não conhecimento do que o poder público oferece e o não comprometer a futura gestão da cidade impedem aos cidadãos de se apropriarem de políticas sociais adequadas e eficazes.

Durante a audiência, o FAS-SP estará entregando às candidaturas de José Serra e Fernando Haddad o documento: Eleições Municipais 2012: Carta Aberta do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS).

Data: 25 de outubro de 2012
Local: Câmara Municipal de São Paulo
           Auditório Prestes Maia – 1º andar
           Viaduto Jacareí, 100
Horário: das 9h às 12 horas

Pe. Lédio Milanez, rcj
Coordenador do Fórum da Assistência Social da Cidade de São Paulo
(11) 98306 4405 – aproximar@rogacionitas.org.br

Ato no Albergue Pousada da Esperança


A Associação Rede Rua comunica a decisão de interromper o convênio do Centro de Acolhida Núcleo de Vivência Santo Dias da Silva por não concordar com a mudança proposta de transformar o serviço em porta de entrada.

Convida todos para marcar a continuidade da luta por uma política diferenciada e qualificada em vista do protagonismo das pessoas em situação de rua. A Luta do Santo Dias continua!


Câmara recebe audiência pública de assistência social

A Câmara Municipal recebeu nesta terça-feira audiência pública de monitoramento e controle das diretrizes estabelecidas na última Conferência Municipal de Assistência Social, realizada em 2011. A próxima Conferência ocorrerá em 2013.

Os participantes enfatizaram o caráter deliberativo das Conferências, discutiram sobre os critérios de participação nesses eventos e sobre a necessidade de aumentar a participação dos usuários do sistema assistencial nas reuniões.

A comissão que realiza o monitoramento faz parte do Conselho de Assistência Social (Comas/SP), que conta com representantes de entidades assistenciais, usuários e trabalhadores da área.

“Essa conferência foi positiva porque incluiu uma série de tarefas que normalmente se faz às vésperas da Conferência”, afirmou Alice Okada de Oliveira, assessora técnica da Secretaria Municipal de Assistência Social.
Segundo o presidente do Comas, Thiago Ferreira Cabral, a reunião foi produtiva, embora tenha contado com menos participantes em relação à última audiência pública. “O Comas é um conselho paritário, ou seja, une governo e sociedade civil. É preciso abrir espaço para a sociedade se manifestar”, afirmou.
(09/10/2012 – 13h50)

http://www.camara.sp.gov.br/ 

Respostas da SMDAS aos oficio do FAS - SIC e CAPE

O Fórum da Assistência Social recebeu  resposta da SMADS a respeito de posicionamento da Secretaria a respeito da transparência e ação frente às calamidades públicas.

Enviamos,  em anexo, os ofícios recebidos pelo FAS-SP. Quanto aos encaminhamentos dados pela plenária de 08 de outubro, estaremos nos próximos dias enviando maiores informações.

Abraços,
Pe. Lédio mIl

Confira:
Oficio da  Referente ao Sistema de Informação ao Cidadão : SIC
Oficio da SMDAS Referente ao Serviço de Atendimento a Calamidades Públicas

http://goo.gl/cIf1e

Remoções podem afetar mais de 100 mil pessoas na capital paulista

Falta de assistência social e financeira adequada e ausência de informações confiáveis sobre o destino de cada morador é o tratamento, geralmente, dispensado às famílias removidas. Multiplicam-se, também, as denúncias de uso da violência” durante as retiradas forçadas

FÓRUM DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SE REÚNE NA CÂMARA

O Fórum de Assistência Social (FAS) se reuniu nesta segunda-feira na Câmara Municipal de São Paulo e, entre as deliberações, decidiu realizar uma audiência pública para debater a questão dos incêndios nas favelas da capital e a necessidade de assistência social para os moradores desses locais.