VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

ULTIMAS INFORMAÇÕES : ORIENTADORA SOCIOEDUCATIVA É PRESA EM AÇÃO TRUCULENTA DA POLÍCIA MILITAR NA PRAÇA PRINCESA ISABEL


Hoje, por volta das 17h, Estela Braga Melo, orientadora socio-educativa pelo SEAS IV, trabalhava com abordagem em uso, atendimento humanizado, junto a usuários de crack, serviço prestado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, na Praça Princesa Isabel, quando percebeu a abordagem de policiais militares a duas mulheres.
Os policiais militares ao perceberem Estela, questionaram a sua presença. Ela disse que estava apenas observando a abordagem, mas os policiais não gostaram da sua atitude e a prenderam violentamente sem a presença de policiais femininas, algemada, arrastada e transportada no "chiqueirinho" da viatura como uma criminosa.
É bom frisar que ela estava com o uniforme de assistente social e portava crachá da Prefeitura, que não foi aceito como documento de identificação.

Foi levada a 77DP, onde o delegado assistente Airton Braga tentou fazer com que o depoimento dela fosse feito sem a presença do advogado, o que não foi aceito por Estela. Em tom jocoso, o delegado virou-se para os policiais que fizeram a prisão e disse para ficaram tranquilos que isso não ia dar em nada.
Com a presença de advogada, Estela encontra-se em depoimento para a delegada adjunta Silvia Fernanda Albiero junto aos policiais e a duas assistentes sociais testemunhas da ação.
Após o término dos depoimentos, vai ser lavrado um único boletim de ocorrência. Liberada, Estela será levada para fazer um exame de corpo delito. Os inquéritos correrão parta a parte.
O que fica? O total desrespeito ao trabalhador comum, o medo dos assistentes sociais com o que pode acontecer de agora em diante, quanto a segurança e tranquilidade de fazer seu trabalho, o completo descontrole das mínimas ações da polícia, a falta de diálogo e integração entre a Prefeitura e o Governo do Estado.
Mas por outro lado, mais de 70 companheiros da Saúde e da Assistência Social, prestaram sua solidariedade na delegacia. Em um dos territórios mais fragilizados da cidade, esse sentimento é dádiva.
Amanhã, dia 21 de junho, às 14h, os trabalhadores da Saúde e da Assistência Social convidam todos para um Ato pelo Direito ao Cuidado e contra as ações violentas da Polícia, saindo da tenda do antigo projeto De Braços Abertos em direção à Praça Princesa Isabel.
Com informações e imagens de Fernando Sato, Jornalistas Livres

PS.: A trabalhadora já está em casa . Gabinete da vereadora Juliana Cardoso ajudou juntamente com outros órgãos e parlamentares .

Próximas atividades do FAS :

FAS convida a todos para preparar as propostas a serem levadas a conferencia regional e municipal de assistência Social . Faremos reunião com pauta exclusiva para conferência.

Data: 23/06 - sexta-feira
Horário:13 horas
Local: Câmara Municipal de São Paulo 1º subsolo sala Luiz Tenório de Lima 



AUDIÊNCIA PÚBLICA 

O FAS convoca a todos os construtores da Política de Assistência Social a comparecer na audiência pública : " Política de Assistência Social -SUAS e Orçamento ´- com o olhar de entidades e institutos que fazem observatórios de acompanhamento orçamentário."

Data: 27/6/2017
Horário: Das 13hs às 15hs
Local: 1° andar "plenarinho" 
Realização: Comissão do Idoso e da Assistência Social da Câmara!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pelo seu comentario